sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

A CRIAÇÃO DAS ESTRELAS NO 4º DIA.

"E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, e para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom." Gênesis 1:16-18 

As nebulosas são nuvens de poeirahidrogêniohélio e plasma. Originalmente, nebulosa era o nomecorpo celestedifuso, incluindo galáxias além da Via Láctea. A Galáxia de Andrômeda, por exemplo, era atribuída como Nebulosa de Andrômeda(e galáxias espirais em geral como "nebulosas espirais") antes da verdadeira natureza das galáxias serem confirmadas no início do século XX por Vesto Melvin SlipherEdwin Hubble e outros.

de qualquer 
A maioria das nebulosas são de tamanho vasto, abrangendo tamanhos de até centenas de anos luz de diâmetro. Embora mais densas que o espaço que as acercam, a maioria das nebulosas são muito menos densas que qualquer vácuo criado em ambiente terrestre - uma nuvem nebular de tamanho da Terra pesaria apenas alguns quilogramas.
Nebulosas são muitas vezes regiões de formações estrelares, como a Nebulosa da Águia. Essa nebulosa é retratada em uma das imagens mais famosas da NASA, os "Pilares da Criação". Nessas regiões a formação de gás, poeira e outros materiais amontoam-se parar formar massas maiores, nas quais atraem mais massas, e eventualmente se tornarão maciças o suficiente para se tornarem estrelas. Os materiais remanescentes são acreditados formarem planetas, e outros objetos de sistemas planetários.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Nebulosa
protoestrela é uma grande massa que se forma pela contração do gás de uma nuvem molecular gigante no meio interestelar. A fase protostellar é um estágio inicial no processo de formação de estrelas. Para uma estrela de uma massa solar que dura cerca de 10 milhões anos. Ela começa com um núcleo de aumento da densidade em uma nuvem molecular e termina com a formação de uma estrela pré main-sequence-(uma estrela T Tauri se abaixo dois massas solares ou um Herbig Ae / Be estrela se entre dois e oito massas solares , que então se desenvolve em uma estrela da sequência principal. Esta é anunciado pelo vento T Tauri,um tipo de super-vento solar que marca a mudança da estrela acreção de massa em energia radiante.
https://en.wikipedia.org/wiki/Protostar
Em astronomia, uma estrela Gigante azul é uma estrela pesada, com massa maior que 18 vezes a massa do Sol, e muito quente e brilhante de tipo espectral O ou B.
No Diagrama de Hertzsprung-Russell, Gigantes azuis são encontradas no canto superior esquerdo graças a sua luminosidade.
Gigantes azuis são extremamente luminosas, atingindo magnitudes absolutas de -5, -6 ou mesmo menor (magnitudes estelares seguem uma escala logarítmica e portanto, quando mais negativa maior o valor da grandeza). Suas temperaturas são tão altas (20.000 K ou mais) que uma quantidade considerável de sua energia é emitida através de radiação ultravioleta, e portanto invisível para os nossos olhos.
Muitas destas estrelas são encontradas em Associações OBs, grandes grupos de estrelas fracamente ligadas entre si pela gravidade. Como elas são muito pesadas, espera-se que seu tempo de vida seja muito menor do supernova.
que o de estrelas menores (da ordem de dezenas a centenas de milhões de anos), as teorias atuais preveem que estas estrelas devem terminar sua vida em uma 
Exemplos conhecidos de estrelas Gigantes azuis incluem MuRegorRigelRegulusSaiphDeneb assim com a precursora da Supernova 1987a, mas de forma geral, gigantes azuis são estrelas raras.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Gigante_azul
Sol (do latim sol, solis ) é a estrela central do Sistema Solar. Todos os outros corpos do Sistema Solar, como planetas,planetas anõesasteroidescometas e poeira, bem como todos os satélites associados a estes corpos, giram ao seu redor. Responsável por 99,86% da massa do Sistema Solar, o Sol possui uma massa 332 900 vezes maior que a da Terra, e umvolume 1 300 000 vezes maior que o do nosso planeta.
 milhõesde quilômetros ou 1 unidade astronômica (UA). Esta distância varia com o ano de um mínimo de 147,1 milhões de quilômetros (0,9833 UA) no perélio (ou periélio) a um máximo de 152,1 milhões de quilômetros (1,017 UA) no afélio, em torno de 4 de julho.A luz solar demora aproximadamente 8 minutos e 18 segundospara chegar à TerraEnergia do Sol na forma de luz solar é armazenada em glicose por organismos vivos através dafotossíntese, processo do qual, direta ou indiretamente, dependem todos os seres vivos que habitam nosso planeta.
A energia solar também é responsável pelos fenômenos meteorológicos e o clima na Terra.    https://pt.wikipedia.org/wiki/Sol
Em astronomiaanã branca é o objeto celeste resultante do processo evolutivo de estrelas de até 10 MSol, o que significa dizer que cerca de 98% de todas as estrelas evoluirão até a fase de anã branca. Entretanto, somente 6% dos objetos nas vizinhanças do Sol são anãs brancas. https://pt.wikipedia.org/wiki/An%C3%A3_branca
As estrelas de nêutrons (português brasileiro) ou estrelas de neutrões (português europeu) são corpos celestes supermassivos, ultracompactos e com gravidade extremamente alta.
A partir de estudos teóricos e observações astronômicas, sabe-se que a densidade no centro destas estrelas é enorme, da ordem de 1015 g/cm³.
Devido à alta gravidade superficial, os feixes de luz que passam próximos a algumas estrelas de nêutrons são desviados, ocasionando distorções visuais, muitas vezes aberrações cromáticas ou o efeito chamado de lente gravitacional.
Estrelas de nêutrons são um dos possíveis estágios finais na vida de uma estrela. Elas são criadas quando estrelas com massa maior a oito vezes a do Sol esgotam sua energia nuclear e passam por uma explosão de supernova. https://pt.wikipedia.org/wiki/Estrela_de_n%C3%AAutrons


Um buraco negro é uma região geometricamente definida de espaço-tempo exibindo tão fortes gravitacionais efeitos que nada incluindo partícuagnética, como a luz pode escapar de dentro dele.A teoria da relatividade geral prevê que uma suficientemente compacta massa pode deformar o espaço-tempo para formar um buraco negro. O limite da região a partir da qual não há escapatória é possível é chamada de horizonte de eventos. Embora cruzando o horizonte de eventos tem um enorme efeito sobre o destino do objeto de atravessá-la, ele parece não ter recursos localmente detectáveis. De muitas maneiras, um buraco negro age como um ideal de corpo negro, uma vez que reflete nenhuma luz.Além disso, a teoria quântica de campos no espaço-tempo curvo prevê que horizontes de eventos emitem radiaçãoHawking, com o mesmo espectro como um corpo negro de uma temperatura inversamente proporcional à sua massa. Esta temperatura é da ordem de bilionésimos de Kelvin para buracos negros de massa estelar, tornando praticamente impossível observar.https://en.wikipedia.org/wiki/Black_hole

Um comentário:

Alan Bruno disse...

Muito boa matéria. Sou apaixonado por tudo que diz relação ao universo. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏